domingo, 11 de dezembro de 2011

#41

mais uma.

-

estamos aqui
juntos

eu e você

não poderiamos estar
em nenhum outro
lugar

ninguém vai escrever
a nossa história

somos dois perdidos
esquecidos pela
humanidade

a cidade está em chamas
criminosos estão a solta
marginais perambulam
prostitutas se desesperam

e nós estamos aqui
juntos

eu e você

não acredite em nada
e não faça promessas

este é o fim de nossas vidas.

-

é isso.

domingo, 13 de novembro de 2011

#40

a inspiração demora, mas vem.

-

eu poderia passar o resto dos meus dias
pensando em como
você foi
tola
e
tão bonita ao mesmo tempo

eu poderia tentar te convencer
de que tudo está perdido agora
e deixar você pensar
que eu não passo de um
vagabundo

mas eu prefiro as minhas velhas noites solitárias
e
já não faço nenhuma questão
de que você
enfim
perceba
o quanto
esteve
errada
durante todo
esse
tempo.

-

é isso.

domingo, 9 de outubro de 2011

#39

mais uma.

-

penso naquelas noites
enquanto escrevo este
poema
sem sentido

penso que não tem sentido
escrever poemas
sobre
asquelas
noites
frias

penso que algum dia
tudo perderá o
sentido
e aí então
eu verei
bastante
sentido
em
me perder
em algum lugar
onde tenham
mais
noites
frias

-

é isso.

segunda-feira, 26 de setembro de 2011

#38

mais uma.

-

não me olhe com esses
olhos de
cleópatra

eu poderia simplesmente
mandar tudo pro
caralho
e
me entregar

e então acabaria com essa sua
brincadeira
sem
graça.



três romances inacabados

sobre
tudo o que eu
jamais te
disse

e
jamais irei
te
dizer

-

é isso. até a próxima.

domingo, 11 de setembro de 2011

#37

poesias vomitadas. saem assim, do nada.

-

um dia
quando tudo estiver perdido
e
nenhuma esperança
sobrar
nos telhados dessa cidade
vocês
lembrarão
de tudo

de todas as noites em claro
de todas as coisas não ditas
de todas as tentativas fracassadas
de todas as tragédias da vida
e de todas as dúvidas sem fim

e eu vou saber
enfim
que estava certo

sim
dessa vez
eu estava certo

eu estava.

-

é isso aí.

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

#36

essa tava faltando aqui.

-

um dia
esse cara vai te deixar

e você vai sofrer
e vai
chorar

aí então
você vai
entender

o que já devia ter entendido

há muito

tempo.

-

é isso.

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

#35

domingos da vida.

-

uma tarde chuvosa
de inverno
e eu fico apenas escrevendo
alguns poemas

mas só o que importa agora
são curvas macias
e traços delicados

sinto um vazio
dolorido
enquanto assisto
algum futebol
na tv
coçando a barba

foda-se
se faço bons poemas.

trocaria todos eles
por alguma simplicidade
feminina

(ou por alguma garrafa de
vinho barato
pra me tirar dessa...)

-

é isso aí. A gente se fala.